9.10.07

espaço revolução


SeanSean

A única revolução possível é dentro de nós.


A frase de Gandhi faz-me lembrar uma história que li ou ouvi algures. A ideia resumida é mais ou menos esta...

Um jovem homem passou muitos anos da sua vida a tentar mudar o mundo com empenho e esforço. A dada altura, já em idade adulta e avançada, ao perceber o seu fracasso, achou que pelo menos transformaria a sua família, amigos próximos e vizinhança. No entanto, apesar das tentativas perseverantes, com o tempo, deu-se conta que pouco havia conseguido.
Finalmente, ao chegar à velhice, tentou pelo menos mudar-se a si próprio. E, verificou que ao fazê-lo, tudo mudava à sua volta.

Enganamo-nos se a história nos parece um convite à inacção, a ficarmos centrados em nós próprios num egocentrismo infecundo.
É antes a consciência, de que pensar em alterar o mundo sem nos alterarmos a nós mesmos, mais que um engano, é uma ilusão.

11 comentários:

Dalaila disse...

Hoje estava a precisar de uma revolução dentro de mim, mesmo... obtive um sorriso com este post.

Obg

Vanessa disse...

Recordei, assim, um dos filmes da minha vida:

Before you can change the world you must realize that you, yourself, are part of it. You can't stand outside looking in.

The Dreamers

:)

Beijinho*

musalia disse...

sou descrente em mudanças, mas esperançosa, quand même...
:)

nelio disse...

essa é a história de cada um de nós...

un dress disse...

aqui sempre.

recor dar

permane cer.


tudo o que dizes


as sim.




.abraço.beijO.

petroy disse...

é infrutífero ... pedir aos outros ... aquilo que pedimos a nós mesmos ... devagar ... acredito que nos encontramos

s. disse...

dentro de nós não há revoluções, só evolução, pois ninguém muda do dia para a noite. no entanto é certo que não podemos querer mudar o mundo quando não nos conseguimos mudar a nós próprios.

Cometa 2000 disse...

Dalaila, ainda bem. Fico contente com isso.

Vanessa, não vi o filme mas a frase faz todo o sentido.

Musalia, mudança no feitio, no temperamento... também duvido.
já nos valores e nas atitudes, no que acreditamos poder mudar: o mais possível!

nelio, espero que sim...
[quando deixar de ser um belo pensamento e passar a vida]
... será sinal de sabedoria.

un dress,
"recor dar"
ou
"re cordar" [voltar ao coração].

Cometa 2000 disse...

petroy, é infrutífero sim. também me parece.
nem sei se podemos/devemos pedir aos outros aquilo que pedimos a nós mesmos.
se calhar estamos a falar de coisas ligadas mas diferentes...
apenas acho que o ponto de partida deve estar sempre em nós.
aqui está uma looonga e boa conversa.

s., (r)evolução. às vezes dão-se acontecimentos tão fortes na nossa vida que passamos a ver as coisas de modo diferente.
tal como dizia à musalia, o temperamento é capac de não mudar muito... as características base permanecem... o modo como pensamos, sentimos, agimos e reagimos alteram-se pouco.
no entanto, aquilo a que aderimos, acreditamos, adoptamos como valores essenciais (e consequente atitude pessoal) pode-se ir transformando.
não fosse assim e mais valia ficarmos sentados a olhar a própria vida. não?



sobre isto tudo, acho eu...

musalia disse...

há valores que são inabaláveis, questão de formação, de estrutura. já as atitudes, podemos revê-las, sim :)

eyes shut & what's keeping you awake? disse...

as verdadeiras revoluções são, a meu ver, sempre de dentro para fora. e devagar. erguendo os pilares que trazemos dentro, porventura ainda não totalmente descobertos ou vividos. e quando o dentro está assente na terra e no coração, aí o mundo sentir-nos-á inteiros, sem necessidade de hastear bandeiras impositivas. simplesmente ser quem somos. o que já pode ser tanto...

____________________________*



(ps. ali à vanessa, se não achares abuso!

essa frase é, sem dúvida, verdadeira. e o filme, não sendo um dos da "minha vida" é um filme de Sonhadores e basta :)*