7.1.08

Espaço: vive!



Diane Golay

Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na luta por um bem definitivo
Em que as coisas de amor se eternizassem.

Sophia M. B. Andresen

3 comentários:

margarida disse...

:)

Dalaila disse...

dói... dói quanto dói...

Rhiannon disse...

Harmonia neste post. Muito bonito!