14.2.08

Um espaço intercultural


Kate T. Williamson

Há portugueses pobres e portugueses ricos; portugueses que não sabem ler e portugueses de cultura; portugueses exploradores e portugueses explorados, portugueses cuja vida na América é uma miséria e portugueses que só na América encontram dignidade.

Há americanos obtusos e americanos compreensivos, americanos que exploram o português e americanos que o ajudam, americanos que odeiam o português e americanos que o admiram, americanos estúpidos e americanos inteligentes.

Não concluam, portanto, o que são os portugueses e o que são os americanos.

Falem-me do João e da Teresa, da Susan e da Mary...

Pedro D'Orey da Cunha

Num mundo cada vez mais multicultural, ficar apenas em generalizações é um erro perigoso!
A realidade do Homem é sempre única e particular. Cabe a cada um procurar descobri-la.

2 comentários:

Registos disse...

"A realidade do homem é sempre única e particular"
Esta é uma verdade absoluta.
Cada vez mais as salas de aula são espaços multiculturais.

Cometa 2000 disse...

registos, bem-vinda. desejoso por sentir os perfumes...