1.8.07

espaço : 31 JUL. 2007


Sophie Thouvenin

Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade.

Sophia de Mello B. Andresen

6 comentários:

Abbie disse...

Praia, sol, mar. :)

eyes shut disse...

e como estas palavras são de um azul assim... que, às vezes, não há. só se sente.

se eu pudesse, entrava pelo monitor dentro e perdia-me nesse mar.

Vanessa disse...

Sigo o rasto dos cometas e, com sorte, encontro sempre aqui um bocadinho de liberdade que me falta.

Obrigada por coisas tão tão bonitas. :)

Beijinho*

ana disse...

o espaço das imagens e o espaço do poema. uno. e busco-lhes a liberdade.

Plum disse...

Amei este post!Perfeito!***

blá blá blá disse...

a delicadeza certeira dos poemas da sofia..
muito bonita a última parte do poema:
"Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade."